Posts Tagged 'britney edition'

Fotos: Balada Mixta #2 – Mari Di Pilla

Na ausência de nosso fotógrafo oficial, o Marcelo Fubah, confirmadíssimo pra nossa próxima edição, a Mari Di Pilla quebrou um super galho e foi nossa fotógrafa na Britney Edition da Balada Mixta! Valeu, Di Pilla!

DSCN1621

DSCN1657

DSCN1622

DSCN1659

DSCN1623

DSCN1662

DSCN1705

DSCN1663

DSCN1706

DSCN1664

DSCN1708

DSCN1671

DSCN1726

DSCN1673

DSCN1711

DSCN1689

DSCN1707

RSCN1700

DSCN1712

Coluna: Konichiwa, bartender #2

jorgeBom, se vocês repararem no próximo line-up da Balada Mixta perceberão que sim, esse colunista que vos fala também toca. Afinal, quem hoje em dia não é DJ, né, minha gente?

Mas saibam que não sou tão novo assim nesse FRILA. A primeira vez que eu toquei acho que foi lá por 2001 (sim, faz 8 anos) no Matrix. Oi? No Matrix? É, então, tinha uma noite de quarta-feira no Matrix que se chamava Spooning Good Singing Gum, eu era host (OI??) e às vezes tocava – devo ter tocado uma ou duas vezes.

Era legal porque tinha VINIL e em algum ponto obscuro da minha lembrança eu TOQUEI VINIL (OI???) porque tinha uma música que eu só tinha em vinil e aliás nunca encontrei em MP3 até hoje (chama-se “Sábado que vem” e é de uma tal de Brenda, se alguém tiver digaí porfavor). Depois disso eu tive uma noite com o Gutierrez que se chamava Dramática no Stardust e depois tocava com a Talita em lugares estranhos como o Riviera e o Nanquim – CARACA, LEMBRA DO NANQUIM?! Aí foi perdendo a graça tocar e fui parando, parando…

Mas me lembro muito bem do manual de etiqueta de como lidar com um DJ. Ah, sim. Portanto…

MANUEL DE ETIQUETA COMO LIDAR COM UM DJ!

1. Não tente conversar sobre seus problemas pessoais com o DJ enquanto ele está tocando. Não que ele não possa conversar de jeito nenhum – ele pode, mas está mais concentrado em outra coisa, se é que você não percebeu.

2. Não peça aquela música incrível pro DJ. Existe a velha máxima que diz: DJ não é jukebox. Não é mesmo. Na maioria das vezes, se você está achando o som chato, você está na balada errada ou está precisando beber mais. Ainda mais quando o DJ é o DJ residente. Ele sabe muito bem o que está fazendo, viu? Você que não sabe!

3. Mas se você está achando o som chatíssimo mesmo, vale ficar olhando fixamente pro DJ e, quando seus olhos se cruzarem, fazer uma carinha fofa e um gesto do tipo “pula pra próxima?”. Comigo sempre funcionou. Mesmo porque se estiver chatíssimo, ele também percebeu isso.

4. O DJ adora quando você dança perto dele. Mas ele ODEIA quando você esbarra no equipamento. Portanto, stay close but DON’T GET CLOSER! hahaha

5. Dançar na cabine é legal mas cuidado pra não atrapalhar o DJ. Se você está muito bêbado, dançar na cabine NÃO É LEGAL!

gagaparisJá que todo mundo é DJ, néam…

6. É de bom tom deixar o DJ passar na frente na fila do banheiro enquanto ele está tocando e bate aquela vontade de “pera xixi”. Se ele for educado, não vai pedir. Mas se você também for educado, vai oferecer. Ofereça, é fofo e aí você ganha créditos e, quem sabe, ele pode se transformar em jukebox por alguns minutos e tocar a música que você quer muito ouvir. E pode ter certeza que ele vai ser rápido! hahaha

7. O item acima também vale pro balcão do bar. Ou você pode se oferecer pra pegar uma bebida pra ele enquanto ele está tocando.

8. Oferecer bebida do nada também é bom. Mas ofereça o que você já reparou que ele está tomando, pode ser que ele não queira misturar principalmente porque está tocando e não é legal tocar caindo de bêbado. É um jeito de dizer “tô curtindo tanto o seu som que até reparei no que você está bebendo” hahaha

9. Você mexeria nos instrumentos de um cirurgião enquanto ele faz uma cirurgia? Então por que está mexendo nos meus CDs? Tira a mão, por favor? Obrigado.

10. Não, a cabine NÃO É guarda-volumes. Quem deixa as coisas na cabine são os DJs e os amigos muito próximos dos DJs. E os colunistas. E os peguetes. Enfim, como você pode perceber, já é muita gente que deixa as coisas lá. Simancol: deixe a sua mochila em casa, você não precisa levá-la pra balada mesmo, né? E se levou, se vira.

E não se esqueça: nada de palitar os dentes. Nem na cabine, nem na pista, nem em lugar nenhum.

Jorge Wakabara já trabalhou com Gloria Kalil e teoricamente sabe do que está falando. Teoricamente.

Balada Mixta #2: Britney Edition – 08/10

Vamos começar essa brincadeira gostosa?

Pra muitos, “semana quente” é sinal de coisa ruim e “semana fria” sinal de coisa boa. Pra gente é o contrário: “semana quente” é sinal de coisa muito boa. É sinal de quinta-feira bafônica com Balada Mixta. E essa quinta tem!

mixtaflyer#2

As sextas-feiras de ressaca já começam a ficar tradicionais com a terceira edição da festa mais comentada na mídia nos últimos tempos. Essa semana fomos matéria do Guia do Estadão, vocês viram?

Para a edição #2, faremos uma o-menage para a Britney! Uhum, it’s Britney Edition, babe! No line up abre com nossa residente mensal, a musa de todas as musas: Katylene. Sim, ela de novo! Porque em balada que dá certo a gente não mexe, néam? E o set da Katy é um dos principais comentários de todas as sextas pós-Mixta!

Jorge Wakabara, editor do blog da Lilian Pacce, também integra a escalação desta edição. O Jorge não é só colunista do blog, ele também é super amigo e já figurinha carimbada da festa. Diz que tem gente que vai pra Balada Mixta só pra ver o Jorge. E ele cortou o cabelo essa semana, tá lindo, e não da pra perder o set pop dele! (Jorge, traz Os Princesa de volta!!!).

Quem fecha o line up desta edição é o D.U.I., sigla para “Driving under the influence”, duplinha amiga formada pelas fashionistas Ju Muñoz e Gabi Pacheco. A Ju é uma das maquiadores mais respeitadas de São Paulo, trabalhou como assistente de nomes incríveis como André Gagliardo e hoje bomba na carreira solo. E a Gabi não fica atrás: ex-Chic e editora de moda do Vírgula, hoje arrasa nas social medias (oi hype!) pela agência Cubo.cc.

Além dos DJS convidados, temos os residentes Pedro Beck e Poms. O primeiro abre a pista da Funhouse e o segundo fecha. Ou seja, tem DJ pra bater o picumã de 23h de quinta até seis da manhã de sexta! Ah, e tem a surpresinha dessa edição, lóóógico. Depois de strippers, Twitter elegante e máscaras do Zé Mayer, acredite, você não vai querer perder a próxima surpresinha!

Lista amiga (R$ 10) aberta até às 19h de quinta-feira: baladamixta@gmail.com

DJs convidados

Katylene (Katylene.com)
Jorge Wakabara (Lilian Pacce)
D.U.I. (Gabi Pacheco e Ju Muñoz)

DJs residentes
Pedro Beck
Poms

Confirme sua presença AQUI!

Se joga com a gente? Muah!

Balada Mixta @ Funhouse
Rua Bela Cintra, 567
A partir das 23h


Balada Mixta

Mensalmente no Estúdio Emme (Pedroso de Morais, 1036, Pinheiros). MUITA música POP! Mande seu nome para a lista amiga (R$ 25) e venha se jogar na pista com Katylene, Pedro Beck, Pomada e seus convidados: baladamixta@gmail.com